Por muito tempo esse espaço esteve parado...
Foi criado para percorrer um determinado caminho mas acabou esquecido e abandonado na primeira curva.
Que esse caminho floresça, ainda que não siga
exatamente o traçado original.
Seja nosso (a) companheiro(a) nessa jornada, se assim o desejar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------Heloisa
--------------------------------------------------------------------------------------------------------- obomcaminho@gmail.com

O reflexo das nossas buscas, encontros e desencontros pelos caminhos da Vida.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Aos cansados


Estar cansado é uma condição de muitas pessoas. Esta condição pode ser temporária ou permanente. O cansaço pode ser definido como escassez de energia para a vida. Uma pessoa cansada recebe uma carga de energia insuficiente para as demandas da sua vida. O cansaço pode ser físico, emocional, espiritual ou físico, emocional e espiritual ao mesmo tempo.
No cansaço físico, há uma sobrecarga sobre o corpo, maior que este pode suportar. Esta sobrecarga pode vir por excesso de trabalho, pelo esforço para se viver a velocidade imposta pelo meio (profissional ou cultural) ou por uma doença limitadora.

O cansaço pode ser, sobretudo, emocional, com causas diversas, como transtorno psíquico, perfeccionismo, auto-estima baixa, sentimento de rejeição, raivas guardadas, senso de inadequação, eventos dolorosos inesperados, relacionamentos diariamente desgastantes. Suas conseqüências são dramáticas.

Há também o cansaço espiritual. Muitas vezes, o cansaço espiritual está na gênese do cansaço emocional. Outras vezes, o cansaço espiritual é uma decorrência do cansaço emocional, que impede uma boa visão de quem Deus é e de quem somos nós.

Uma pessoa espiritualmente cansada se sente castigada por Deus. Em função de sua visão errada de Deus, o cansado sente que está como está porque está sendo castigado. Se as coisas estão como estão, é porque fez algo que desagradou a Deus e agora está recebendo a recompensa. O cansado está sempre varrendo a sua vida em busca de culpas, algumas que jamais encontrará.
Uma pessoa espiritualmente cansada acha que Deus está distante. Ao cansado falta coragem para afirmar que Deus não existe, mas a sua condição leva-lhe a achar que Deus está distante dele. O cansado ora, mas não acha que sua oração passou do teto. Ele pede, mas não verá a resposta de Deus. O cansado olha para os lados e só vê adversidade. O cansado olha para si mesmo e se vê fraco para enfrentar os adversários. Se não desistiu de lutar, o cansado está próximo de o fazer. Uma pessoa espiritualmente cansada não tem perspectiva para a vida.

O cansaço é o sintoma; há algo mais profundo. Se é físico, demanda uma disposição. Se é emocional, demanda uma atitude. Se é espiritual, demanda uma escolha. Vamos considerar aqui apenas o cansaço emocional.

O cansaço emocional é muito difícil de ser tratado porque o primeiro passo, que é reconhecer a dificuldade em toda a sua extensão, é muito difícil de ser dado. Se sofremos de algum transtorno psíquico, nosso primeiro passo é reconhecer a nossa enfermidade, sim, enfermidade, com este nome, e buscar um profissional para que haja um diagnóstico e um tratamento. Depois nos caberá continuar com os cuidados prescritos, sejam eles por meio de psicoterapia ou de remédios a serem tomados regularmente.
Sem esses cuidados, até o toque suave de uma brisa nos deixa cansados. Imagine um ataque... Há dores que o remédio não cura, mas há sofrimentos a que o remédio pode pôr fim, e, às vezes, sem nenhum efeito colateral.

Se somos perfeccionistas, lembremos que o perfeccionismo mata. Sejamos críticos dos nossos atos e pensamentos, mas num tom que gere culpa e arrependimento, e não apenas culpa. E pare de fazer as coisas para os outros, a fim de ser reconhecido por eles. Não há nenhuma garantia que amarão você como você os ama. Nada garante que sua "dedicação" a eles vai lhes alterar o jeito de ser. Eles dão o que são.


Fonte: Israel Belo de Azevedo, editado

Nenhum comentário: