Por muito tempo esse espaço esteve parado...
Foi criado para percorrer um determinado caminho mas acabou esquecido e abandonado na primeira curva.
Que esse caminho floresça, ainda que não siga
exatamente o traçado original.
Seja nosso (a) companheiro(a) nessa jornada, se assim o desejar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------Heloisa
--------------------------------------------------------------------------------------------------------- obomcaminho@gmail.com

O reflexo das nossas buscas, encontros e desencontros pelos caminhos da Vida.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Abra os braços para a mudança

Mudar cria expectativas e medos porque trás um intenso movimento de energias ao redor. Qualquer mudança, por menor que seja, gera uma força para além de nós mesmos, que pode atingir outras pessoas, em outros lugares, direta ou indiretamente ligados a nós.

Mudar implica também uma responsabilidade, seja com o nosso presente, passado ou futuro. É deixar para trás padrões estabelecidos e aceitar o risco do que está por vir. É assumir que trazemos uma bagagem - material e espiritual - que pode comprometer o nosso movimento se não soubermos escolher cuidadosamente o que levar. 

Mudar é fazer-se ágil, descobrindo o que descartar, o que manter e o que resgatar, se deixando pra trás anteriormente e, agora, redescobrimos o seu valor.

Mudar não é somente uma decisão individual porque implica romper com uma teia - que nos prende e protege simultaneamente - construída ao longo do tempo, nessa e noutras vidas.

Mudar precisa de um catalisador - motivo ou força cósmica - que dê a partida e acelere o processo. E saber a hora de acioná-lo.

Ninguém deve permitir que seu mergulho o leve indefinidamente ao fundo.
Chega um momento que é preciso dar um BASTA. Achar um ponto para apoiar os pés e reverter o movimento descendente. Hora de SUBIR novamente à superfície, hora de MUDAR.
Hora de DECRETAR que essa mudança VENHA. Que a teia que nos envolve deixe de ser prisão e se torne apoio e proteção ao novo movimento.

Reúna suas forças cósmicas, chamando-as pelo nome que lhe for familiar, e vá em frente.

Heloisa

Nenhum comentário: