Por muito tempo esse espaço esteve parado...
Foi criado para percorrer um determinado caminho mas acabou esquecido e abandonado na primeira curva.
Que esse caminho floresça, ainda que não siga
exatamente o traçado original.
Seja nosso (a) companheiro(a) nessa jornada, se assim o desejar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------Heloisa
--------------------------------------------------------------------------------------------------------- obomcaminho@gmail.com

O reflexo das nossas buscas, encontros e desencontros pelos caminhos da Vida.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

A sombra profunda

Texto de Emídio Carvalho

Nós experienciamos no mundo exterior aquilo que sentimos ser merecedores interiormente.

Porque motivo não conseguimos manifestar no mundo exterior aquilo que desejamos?
– Nós não nos permitimos novas experiências, ficamos presos a velhas crenças, mágoas, feridas do passado. Por este motivo é que o pensamento positivo não funciona. Nós temos que morrer todos os dias, ao ir dormir, permitir que a pessoa que pensamos saber quem é morra. Se construímos o nosso futuro a partir do passado, iremos apenas criar mais experiências do passado.

Ao deitar-me posso despedir-me da pessoa que fui hoje, da pessoa triste ou magoada, enraivecida ou amargurada, e permitir-me nascer amanhã como alguém diferente. Acordando a uma hora diferente, fazendo coisas diferentes pela manhã...

Podemos permitir-nos desistir de saber quem somos, acreditar que sabemos quem somos.
Temos que abraçar a nossa impotência e incapacidade de controlar o que quer que seja.

Permite-te sentir o sentimento de impotência.
Deixa que este sentimento venha à superfície e se torne presente.
Sabe que não estás só.
Este sentimento é partilhado por toda a humanidade: chama-se “estar vivo”.
Não julgues o sentimento, simplesmente sente-o.

Agora as más notícias: para poderes manifestar algo, para poderes criar ou para poderes receber, tens que amar o impotente em ti. AMAR mesmo a sério o impotente que há em ti!

Eu amo o Emídio Impotente!
Abraço-o todos os dias!
Em realidade danço uma dança a que se chama “vida” com o impotente que há em mim!
Ele sabe que é amado, e nessa sabedoria irá levar-me até onde quero ir.

As pessoas acreditam no pensamento positivo e no “esquecer” as coisas negativas da vida. Acreditam que assim conseguirão ir a algum lugar melhor. Mas não há um lugar melhor. Só o lugar onde estás agora. Ama esse lugar. Abraça-o. É o único lugar que podes experienciar.

Agarrado ao pensamento positivo e à panóplia de terapias de “energia” que há no mundo, as pessoas permitem-se ter esperança num futuro melhor. Esta esperança é o que mantém aquilo que queremos à distância. Lembra-te “Aquilo a que resistes, persiste!”.

Se não queres o momento que tens agora, estás a criar resistência a esse momento e a perpetua-lo.

Nós não conseguimos estar presentes para criar o nosso futuro por que estamos sempre à procura de informação no nosso passado. Não estamos presentes! Estamos Passados!

Jamais conseguiremos abraçar a nossa luz sem atravessar a nossa escuridão, sem antes fazer as pazes com todos os aspectos que julgamos e decidimos que não somos. Sem antes abraçar a nossa humanidade.

Não há nada dentro de ti, nada! que não possa ser amado. E à medida que tu te amas mais, por seres quem és, o mundo irá amar-te mais. Mas como amar-te mais se carregas tanta vergonha, culpa, medo, raiva, dentro de ti?...
Tens que primeiro amar cada um desses aspectos. E lembra-te: as pessoas que andam sempre alegres, que parecem ter tomado um comprimido da felicidade, encontram-se em negação.

Procura sempre ser gentil, carinhoso e compassivo para contigo. E irás ver que os outros irão tratar-te da mesma maneira.

Nenhum comentário: