Por muito tempo esse espaço esteve parado...
Foi criado para percorrer um determinado caminho mas acabou esquecido e abandonado na primeira curva.
Que esse caminho floresça, ainda que não siga
exatamente o traçado original.
Seja nosso (a) companheiro(a) nessa jornada, se assim o desejar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------Heloisa
--------------------------------------------------------------------------------------------------------- obomcaminho@gmail.com

O reflexo das nossas buscas, encontros e desencontros pelos caminhos da Vida.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Defumação

Para fazer uma boa limpeza espiritual e energética, seja na sua casa, loja ou em qualquer outro ambiente, é preciso primeiro saber o que você quer afastar e o que deseja atrair. Cada defumador tem uma “fórmula” adequada a cada finalidade ou intenção.

As pessoas mais experientes sabem fazer suas próprias misturinhas de ervas e outros elementos, mas a maioria pensa e usa o defumador como uma espécie de “remédio emergencial”: a coisa ficou pesada, vamos tentar dar um jeitinho rápido.

Bem... a defumação não é uma coisa rápida e tão fácil de fazer, há uma espécie de protocolo a seguir para que seus benefícios sejam duradouros e eficientes. São basicamente 3 passos:

1- a “faxina pesada” – para retirar as energias mais densas e abrir o campo energético para uma limpeza mais profunda;
2- a limpeza geral, propriamente dita
3- e a “atração” das vibrações que desejamos.

Para a primeira fase, num ambiente muito carregado e no qual você possa pressentir a presença de desencarnados (os eguns ou obssessores) é indicada a queima de palha de cana ou bambu. Mas atenção, retire todas as pessoas de dentro do ambiente antes de começar essa defumação!
Se você quer defumar um lugar onde não morem pessoas (uma loja, por exemplo) ou o lado externo de uma casa (um quintal ou terreno) pode usar palha de alho ou de cebola, noz moscada ou grãos de café torrado.

Defumadores industrializados não são os melhores, mas numa emergência também podem ser usados.

Para o segundo defumador de limpeza pode ser usada uma mistura de três desses ingredientes (podem ser ervas frescas, secadas em casa – de preferência ao sol - ou aqueles saquinhos de ervas que se compra em feiras e mercados):

- Alfazema;
- Erva doce;
- Alecrim;
- Salvia;
- Cravo.


O processo de defumação deve começar pelo portão (ou porta) de acesso das pessoas. O ideal que seja feito por duas pessoas: uma levando o defumador e atrás dela uma outra pessoa com um copo de água. Se você for fazer a limpeza sozinha procure um jeito de carregar o defumador e o copo d´água.


Circunde a casa e o quintal (se houver), sempre em movimentos diagonais, formando uma espécie de cruz nos ambientes. Quando acabar a parte de fora, entre na casa pela porta da frente e repita o movimento de cruzar com o defumador todos os cômodos (no banheiro, não esqueça de manter a tampa do vaso sanitário fechada). Outra dica: procure atingir todos os cantos dos cômodos, se precisar arraste os móveis; e não esqueça também de defumar atrás das portas e do fogão.

Se você mora em apartamento, uma dica é deixar (antes de começar) uma panela velha ou um vasinho de barro do lado de fora da porta para jogar os restos do defumador e a água. Esse recipiente deverá ser jogado no lixo (de preferência fora do prédio) depois que acabar tudo.

Para a terceira e última etapa você deverá escolher o que deseja atrair para o ambiente. Alguns exemplos básicos:

Equilíbrio - Basílico, camomila, comfrei.
Bênçãos - Camomila, menta, alecrim, verbena.
Purificação/limpeza - Benjoim, cravo, lavanda, alecrim , verbena, sálvia, cedro.
Criatividade - Verbena.
Coragem - Alecrim.
Energia/Poder/Força - flor de sabugueiro, erva de São João, verbena.
Fortuna/Justiça/ - Louro, bergamota, limão, anis estrelado, violeta.
Alergia/Paz - Jasmim, lavanda, alecrim.
Saúde - comfrei, açafrão, lavanda, mostarda, alecrim, sálvia.
Amor - Canela, gengibre, lavanda, manjerona, margarida, sementes de mostarda, verbena, vetiver, rosa, mandrágora.
Dinheiro - Basílico, bergamota, camomila, cravo, menta, vetiver, noz-moscada.
Proteção/Defesa - Betônica, bétula, canela, sabugueiro, manjerona, menta, musgo, mostarda, alecrim, sálvia, verbena, pinheiro branco.
Banir negatividade - Sálvia, cedro, cravo, hissopo, verbena, vetiver, artemísia, gengibre, pimenta.

Para finalizar: as brasas nas quais você irá queimar as ervas deverão estar bem acesas mas sem labaredas. Existe uma espécie de carvão (chamado carvão ritual) que já existe a venda em muitas casas de material religioso (principalmente nas grandes cidades). Se não encontrar esse tipo de carvão (ou não quiser comprá-lo) use carvão comum, acendendo as brasas numa peneira de metal sobre a chama do fogão (funciona bem, cuidado apenas para não se queimar ao segurar a peneira).

Se você tiver um recipiente próprio para defumador, ótimo; se não tiver improvise um com latinhas de ervilha (ou qualquer outra) na qual possa fazer furinhos e passar um arame para segurar sem se queimar. Pode aproveitar a mesma latinha para todas as fases, jogando fora apenas as brasas de cada etapa.

Durante todo esse processo, mentalize coisas boas, “chame” as energias superiores para acompanha-la e ajudar em cada fase.

Quando acabar todo o processo e tiver levado para a rua os restos que sobraram, tome um bom banho, lave os cabelos e perfume-se. Não se preocupe em ter absorvido alguma das energias negativas da limpeza porque você também foi limpa durante o processo.

Que as boas energias lhe acompanhem!
Heloisa




PS.: esqueci uma coisa... os melhores dias para se fazer essa limpeza são a segunda-feira (dia das almas) ou a quinta-feira (dia de Ogun); se puder escolher e esperar, opte pela Lua Nova, a limpeza será muito mais eficiente.

Nenhum comentário: